sábado, 14 de junho de 2014

Cachoeirinha

Deleito-me em teu ser,
Bebe-me: água nova;
Chega a aurora...
Outrora, orixá.

Cachoeira...
Na manhã inteira
Repleta de orvalho, faço-te em mim
Algo simples assim.

Deito-me em teu peito,
Entrego-me a ti,
Fostes eleito

Por cuidastes de mim.
Em prantos me deleito
Por viver para ti.

José Álvares — heterônimo de Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário