sábado, 26 de abril de 2014

Análise Filosófica da Frase de George Bernard Shaw


"Algumas pessoas olham o mundo e perguntam: Por quê?
Eu penso em coisas que nunca existiram e pergunto: por que não?"

George Bernard Shaw

   Bernard nos diz nesta frase, que o ser humano se limita e se prende demais ao que já é existente. Somos acomodados e achamos que tudo o que é inovador, é estranho. Sim, pode até ser um pouco diferente a convivência com coisas novas, mas não quer dizer que isso seja estranho... talvez seja até melhor do que o que somos acostumados.
   A sociedade fecha os olhos para o que há de novo, pensando que apenas a tradição e o medievalismo serão levados para todo o sempre; não querem ser diversificados... tudo tem que ser como nós somos e queremos. Nada pode sair dos conformes da pequena mente humana.
  Porque não aceitar todas as formas de vida, de amor e de crença? Porque não pensar além? Por que acreditar que tudo permanecerá para sempre, como agora está? Vamos tirar nossas dúvidas e colocar nossas exclamações. Vamos fazer e viver o novo. Pensemos no que pode existir, e não nos perguntemos o "por que não?", façamos o que ainda não existe, para que a humanidade futura possa viver bem com o que criamos; sejam lá invenções científicas, pensamentos, textos e reflexões... vamos viver e inventar o novo! Vamos nos habituar ao que foi achado estranho, e aceitemos o que se difere de nós, porque tudo, com certeza, tem seu lado bom.
   Quem assim o faz, não é um sonhador; é um realista futuro.

Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário