terça-feira, 11 de março de 2014

Amor Inexistente


Estou amando alguém,
Que ninguém vê...
Sou refém de um certo você
que não sai de minha mente imbecil.
Vivo sem mim;
Em você me prendo...
Um você que não entendo
se é mesmo quem me ama.
Se é mesmo você...

Algo me vem a cabeça,
Antes que se esqueça
que fomos o que somos...
Algo me faz recordar
que a beleza de ao seu olhar
não é natural...
Este é meu vendaval.

Seu sorriso falso,
Amarelado,
Que me revela com temor
o medo que tens de estar ao meu lado
e viver do meu amor inesperado...

Amo-me...
Meu pensamento fixo em ti,
E você fixa em meu pensamento...
Minha desgraça é que não existes,
Este é o meu lamento.

Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário