quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Filosofia do amor

O amor é o mais puro pecado,
Que lhe faz pecar por ele;
Ele é capaz de lhe deixar censurado,
E ainda sentes falta dele.
O amor lhe faz sonhar,
Os mais belos pesadelos,
Depois de um dia vulgar,
Esses "sonhos assustadores" lhe faz perder o medo.
O amor é o tapa que não dói,
O tiro que não mata,
O arrumador que destrói,
A fome mais farta.
O amor é o doce mais salgado;
O falso amor,
É aquele "desamado",
Aquele que machuca de um menino até um senhor.
Isto é o amor,
Aquele que te bate...
Mas não sentes dor;
Aquele que lhe humilha...
Mas do ódio não lhe deixa provar o sabor;
Que uma vez te ama,
É sincero,
Mas depois numa cama lhe abandona,
Este amor, não quero.
Essa é a filosofia do amor...
Vamos então filosofar?
Todos nós sabemos que a medida do amor;
É cada vez mais amar.

Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário