quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Entrega


Hoje entregou-te a mim,
Pela última vez,
Mesmo assim,
Comigo amor fez.

Mesmo que por um segundo de orgasmo,
Meio incompleto, talvez,
Mas a mim se entregou,
De corpo e alma me beijou.

Depois daquela noite,
Cansada,
Num mórbido instante...

Calada em meus braços...
A morte viera lhe buscar,
E em meus abraços, resolveu se entregar.

Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário