sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Tudo Que Amei Amei Sozinho - Edgar Allan Poe


Não fui, na infância, como os outros
e nunca vi como os outros viam.
Minhas paixões eu não podia
tirar das fontes igual à deles;
e era outro o canto, que acordava
o coração de alegria
Tudo o que amei, amei sozinho

Edgar Allan Poe


Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário