domingo, 19 de janeiro de 2014

Sê Bem Vindo à Minha Casa, Mister Poe

Num Retrato Oval colocarei uma pintura magnífica,
Para entrares em minha casa e teres prazer em apreciá-la.
Evitar as razões de evitá-la;
Escrevendo ficção científica.

O Corvo está na janela,
Como se procurasse alguém para agourar,
Por causa do corvo queres aqui morar,
E apreciares aquela ave e tudo que acontece com ela.

O seu Coração Denunciador 
Me faz acreditar,
Que todos sabem amar,
Até mesmo quem escreve terror.

Sei que Tudo que amei amei sozinho,
Mas quero, mesmo assim, te parabenizar,
Pelas coisas que escreves e nos faz pensar,
Em tudo que acontece na realidade de um idoso à um menino.

Nos despedimos então, agora;
Depois de tanto conversarmos,
Aprendemos o que vivemos e se juntos vivenciarmos,
Veremos que algo nos espera: O Gato Preto, lá fora.

Poe, saiba que gostei da visita,
Volte sempre, por favor,
Traga também sua série de contos de horror,
Vamos ver se minha mente fica um pouco mais aflita.

In Memoriam, Edgar Allan Poe

Olha só pessoal, que vídeo super interessante... o Poe-tle... (risos)



Mister Poe, parabéns pelos seus 205 anos e com um corpinho de 40 (pra quem não sabe Poe morreu com 40 anos). \õ/ Me orgulho de ser seu fã, e não me arrependo do dia em que te conheci... ah! Foi o melhor dia da minha vida... essa é minha homenagem a você, seu gênio!

\õ/ Vamos soprar 205 velinhas para comemorar os 205 aninhos de Edgar Allan Poe!!! E que venham mais 205... mil anos pela frente!


Quem faz aniversário é o Poe mas quem quer ganhar presente sou eu... quem pode me dar essas duas canecas de presente?


Então, Poe, espero que tenha gostado das minhas homenagens... estou representando todo Brasil mostrando meu amor (e de muitos outros brasileiros) por ti!

VIVA POOOOOE!!!

Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário