quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

DUETO: DOIS SERES, UMA PAIXÃO

EU E MEU AMIGO JOSUÉ FIZEMOS UM DUETO... EU FUI O EU LÍRICO MASCULINO E ELE O FEMININO. VEJAM SÓ:

(Josué)
Não sei o que se passa dentro de mim
Amor, mudei, tudo mudou, o ontem
Me parece diferente, não sei nem como
Respiro, como vivo, sabendo que tenho
Você tão longe de mim.

(Simon)
Também sinto tua falta,
Nosso amor sempre reinou em minha vida...
Oh! Minha querida,
Minha saudade por ti é infinda...

(Josué)
Ai meu amor, que bom saber que a mesma
Dor que conclamo, tu sentes,
Somos duas almas junta, que se transbordam,
Que se comunicam, pela química infinita,
Ai que amor meu peito sente.

(Simon)
Somos um,
À partir do primeiro toque de nossas bocas,
A vontade louca do amor,
Veio e nos mostrou,
O que somos de verdade:
DOIS SERES. UMA PAIXÃO.

Simon-Poeta & Josué D'Brytto

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário