sábado, 28 de dezembro de 2013

Soneto à Sarah Moura

Louca e extrovertida,
Como se deve ser,
Para viver corretamente a vida,
Com o gosto do inocente prazer.

Vive com intensidade,
É muito gentil, e é boa pessoa,
Mas o que todos admiram é a honestidade,
De sua pessoa boa.

Todos sabem o que ela é,
E todos que a conhecem,
Querem ser mais gentis para com ela...

Bonita, legal, sabe o que quer;
Definida, não deixa ninguém que se preze,
Deixar de saber sobre essa pessoa bela.

Simon-Poeta em homenagem a Sarah Moura


Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário