quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Soneto à Mulher Desejada

É incrível o quão és desejada,
Por muitos homens és cobiçada,
Tua sensualidade conduz qualquer um, que seja,
Fazer uma besteira.

Desejo-te,
Pois em meus sonhos vejo-te,
Em minha cama,
Mas não sei se me amas.

És mulher de um homem só,
Mas te quero desesperadamente,
Quero teu marido ser...

Isso é o melhor,
Inconsequentemente,
Largo minha vida, e vou te viver.

Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário