sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Ode ao Fluminense (em homenagem a Francisco Costa)

Francisco, nobre Francisco,
Seu nome está entre os santos,
Não poderia diferente ser,
Tens a grandiosidade dos arcanjos,
No jeito de ser.

Tens no coração o anseio, e a luta
Eterna pelos seus companheiros,
Tens altivez nos seus atos, e o garbo
Do que nunca abandona os primeiros.

Como a estátua que sombreia teu chão
É a graciosidade que limita
Os seus caminhos.
Oh grande Francisco.

Não tens no olho empecilho,
Consegue olhar o céu que ainda estrela
Límpido.

Carioca Francisco.

Um ode a uma pessoa de convicções e certeza o grande Francisco Costa. Lindo o que escreveu para o meu amigo Jhordany, mostra o homem deveras iluminado que deve ser. 

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário