sexta-feira, 6 de setembro de 2013

Como me Sinto

Quando estou contigo,
Sinto-me uma pantera,
E procuro abrigo,
Neste "campo de guerra".
Quando estou com mamãe,
Fico um pouco retraída,
Da blusa abotoo todos os botões,
Devo respeitá-la, ela é quem me deu a vida.
Perto de meu pai,
Fico calada,
Apesar de que ele é brincalhão,
Perto dele não dou uma se quer risada,
Magoado diz ele: _Não se preocupe, sou bonachão!
Perto de minhas amigas,
Fazendo tricô,
Elas são minha vida,
Por elas sinto amor.
Todos eles preenchem espaço em meu coração,
Mas você eu amo mais,
Não se preocupe com traição,
Teu amor me satisfaz.

Simon-Poeta

Sua Opinião:

0 comentários:

Enviar um comentário